quinta-feira, 21 de setembro de 2017

LISTA DE EXERCÍCIO DE BIO (PROFESSORA THAÍS)


CED 6
Governo do Distrito Federal
Secretaria de Estado de Educação
Coordenação Regional de Ceilândia
Centro Educacional 06 de Ceilândia
BIOLOGIA – 3º ANO
Valor: 2,0
Nota:
Professor: Thaís
Aluno (a):
Turma:

LISTA DE EXERCÍCIOS
1) (Fuvest) - Qual das alternativas apresenta um par de estruturas homólogas? 
a) Asa de morcego e asa de borboleta. 
b) Carapaça de tatu e concha de caramujo. 
c) Nadadeira de peixe e asa de borboleta. 
d) Asa de ave e asa de morcego. 
e) Concha de caramujo e escama de peixe.

 2)  (UFES) - Com relação à evolução, observe as afirmativas a seguir: 
I. Fósseis são restos ou impressões deixadas por seres que habitaram a Terra no passado e constituem provas de que nosso planeta foi habitado por seres diferentes dos que existem atualmente. 
II. A explicação mais lógica para as semelhanças estruturais entre seres vivos com aspectos e modos de vida diferentes é que eles descendem de um mesmo ancestral. 
III. A semelhança entre as proteínas de diferentes seres vivos pode ser explicada admitindo-se que esses seres tenham tido um ancestral comum. 
IV. A teoria que admite que as espécies não se alteram no decorrer dos tempos denomina-se fixismo. 
Assinale:

a) se apenas I, II e III estiverem corretas. 
b) se apenas II, III e IV estiverem corretas. 
c) se apenas I, III e IV estiverem corretas. 
d) se todas estiverem corretas. 
e) se todas estiverem incorretas.

3)  (UFU-MG) - Quando a semelhança entre estruturas animais não é sinal de parentesco, mas conseguida pela ação da seleção natural sobre espécies de origens diferentes, fala-se em: 
a) convergência adaptativa. 
b) isolamento reprodutivo. 
c) irradiação adaptativa. 
d) isolamento geográfico. 
e) alopatria.

 4) (UFJF/2003) - Em relação às evidências da evolução biológica, é correto afirmar que:

a) um órgão vestigial, como o apêndice vermiforme no homem, não é evidência da evolução, porque é uma estrutura atrofiada e sem função aparente. 
b) a pata dianteira de um cavalo e a asa de um morcego constituem evidência da evolução, porque são estruturas homólogas, apesar de o cavalo ter perdido os dedos, enquanto no morcego estes não só foram mantidos como alongados. 
c) a asa de uma ave e o élitro (asa dura) de um besouro podem ser considerados como evidência da evolução, porque são estruturas análogas, que possuem origem embriológica diferente. 
d) os fósseis constituem uma evidência da evolução, porque mostram que os organismos atuais são mais especializados e mais adaptados que os extintos. 
e) a embriogênese é uma evidência da evolução, porque mostra que uma célula ovo evolui para mórula, blástula, gástrula e embrião, que, finalmente, evolui para o indivíduo adulto.


5) (UNIRIO) - O citocromo C é uma proteína respiratória que se encontra em todos os organismos aeróbios. A molécula desta proteína existe em todas as espécies com a mesma função, sendo constituída por 104 aminoácidos. No decurso da evolução, as mutações mudaram os aminoácidos em certas posições da proteína, mas o citocromo C de todas as espécies tem proteína, incontestavelmente estrutura e função semelhantes, tornando-se, para o evolucionismo, uma evidência de ordem: 

a) paleontológica. 
b) embriológica. 
c) citológica. 
d) anatômica. 
e) bioquímica.
  
6)  (UDESC/2009) - "Órgãos que exercem as mesmas funções em espécies diferentes, mas que possuem origem embrionária distinta; e órgãos ou estruturas atrofiadas, sem função evidente", são chamados, respectivamente, de: 

a) órgãos análogos e órgãos homólogos. 
b) órgãos vestigiais e órgãos homólogos. 
c) órgãos homólogos e órgãos vestigiais. 
d) órgãos análogos e órgãos vestigiais. 
e) órgãos homólogos e órgãos análogos.
  
7)  (UEPB-2006) - Observe a figura abaixo:


Sobre as estruturas locomotoras acima representadas, podemos afirmar que são: 
a) Homólogas, porque têm a mesma função e a mesma origem. 
b) Homólogas, porque têm a mesma função e origens diferentes. 
c) Análogas, porque têm a mesma função e a mesma origem. 
d) Análogas, porque têm a mesma função, mas possuem origens diferentes. 
e) Homólogas, porque têm funções diferentes, mas possuem a mesma origem.
  
8)  (UFC) - Suponha que paleontólogos descobriram um fóssil no Brasil que pertencia a uma mesma espécie encontrada na África. A explicação para esse fato está no(a):
A) deriva continental.
B) mutação.
C) isolamento geográfico.
D) desertificação.
E) especiação.
  
9)  (PUCPR) - Analise as afirmações:
I. O daltonismo é transmitido por herança genética.
II. A hemofilia é uma herança genética ligada aos cromossomas sexuais.
III. O genoma humano é de 46 cromossomos.
Está(ão) CORRETA(S)

A) somente I e II.
B) I, II e III
C) somente II e III.
D) somente I e III.
  
10) (UFMS) - Uma mulher de visão normal, cujo pai é daltônico, casou-se com um homem também de visão normal. Lembrando que o daltonismo é uma doença de herança ligada ao sexo feminino, a probabilidade é de que:

a) um quarto das filhas do casal seja daltônico. 
b) metade dos meninos, filhos do casal, seja daltônica. 
c) metade dos meninos e metade das meninas, filhos do casal, seja daltônica. 
d) um quarto dos meninos, filhos do casal, seja daltônico. 
e) um oitavo de todos os filhos do casal, tanto meninos quanto meninas, seja daltônico.
  
11) FUVEST - O daltonismo é de herança ligada ao X. Uma mulher de visão normal, cujo pai é daltônico, casou-se com um homem de visão normal. A probabilidade de crianças daltônicas na prole dessa mulher é de:
a) 1/4 dos meninos.
b) 1/4 das meninas.
c) 1/2 dos meninos.
d) 1/8 das crianças.
e) 1/2 dos meninos e 1/2 das meninas.

12) (PUC) O sexo feminino, quanto aos cromossomos sexuais, é chamado: 
a) homogamético 
b) heterogamético 
c) diploide 
d) haploide 
e) genoma

13) (UFPR) - O hábito de colocar argolas no pescoço, por parte das mulheres de algumas tribos asiáticas, promove o crescimento desta estrutura, representando nestas comunidades um sinal de beleza. Desta forma temos que as crianças, filhos destas mulheres já nasceriam com pescoço maior, visto que esta é uma tradição secular.” A afirmação acima pode ser considerada como defensora de qual teoria evolucionista: 
a) Teoria de Lamarck 
b) Teoria de Malthus 
c) Teoria de Wallace 
d) Teoria de Darwin 
e) Teoria de Mendel

14) (UFAM) Charles Darwin, naturalista inglês nascido em 1809, é um paradoxo moderno. Não pela consistência e abrangência de sua teoria da evolução, feito sem precedentes para a Ciência, mas pelo fato de ainda hoje haver imensa resistência a suas ideias. Como se elas, nas mentes mais relutantes e ingênuas, representasse uma ameaça para a posição do Homem perante a natureza. Assinale a alternativa que contém uma ideia realmente expressa por Darwin em suas obras:

a) O homem veio do macaco.
b) Na luta pela sobrevivência, somente os mais fortes vencem.
c) O ser humano é o mais evoluído dos animais.
d) Todos os organismos existentes descendem de um ancestral comum.
e) Alguns padrões vistos na natureza são tão perfeitos (como o olho ou as reações químicas intracelulares) que só poderiam ser obra de um ser supremo e inteligente.


15) (UECE) Charles Darwin (1809-1882) e Gregor Mendel (1822–1884) viveram na mesma época, mas não se conheceram. No entanto, a compreensão atual da evolução deriva das teorias propostas por esses importantes pesquisadores. Sobre a teoria elementar da evolução, é correto afirmar que:

a) o surgimento de novas espécies, denominado especiação, ocorreu em um período e a partir de espécies ancestrais.
b) para explicar a evolução, Charles Darwin utilizou fenômenos e processos subjetivos: por isso a evolução é considerada uma teoria.
c) os conhecimentos sobre mutações e recombinação gênica, sem influência da seleção natural, podem explicar a evolução.
d) características hereditárias que influenciam a capacidade de sobrevivência e reprodução promovem variação na espécie.

16) (UFTM) Um estudante do ensino médio, ao ler sobre o tegumento humano, fez a seguinte afirmação ao seu professor: o homem moderno não apresenta tantos pelos como os seus ancestrais, pois deixou de usar esses anexos como isolante térmico. Isso só foi possível porque o homem adquiriu uma inteligência que permitiu a confecção de roupas, protegendo-o do frio.
Diante dessa informação dada pelo aluno, o professor explicou que isso:

a) Não ocorreu e a informação está de acordo com a teoria evolutiva de Lamarck, que pressupõe que estruturas do corpo que não são solicitadas desaparecem e essas características adquiridas são transmitidas aos descendentes.
b) Não ocorreu e a informação está de acordo com a teoria evolutiva de Lamarck, que pressupõe que existe variação genotípica entre indivíduos, sendo que aqueles portadores de características adaptativas conseguem sobreviver e deixar descendentes.
c) Não ocorreu e a informação está de acordo com a teoria evolutiva de Stephen Jay Gould, que pressupõe que os seres vivos não se modificam por interferência ambiental, mas sim por alterações genéticas intrínsecas.
d) Ocorreu de fato e a informação está de acordo com a teoria evolutiva de Darwin, que pressupõe que os seres vivos com características adaptativas favoráveis têm maiores chances de viver.
e) Ocorreu de fato e a informação está de acordo com a teoria evolutiva de Darwin, que pressupõe que os seres vivos por necessidade vão se modificando ao longo do tempo.

17) (UEA) Leia o trecho do livro A origem das espécies, no qual três fragmentos foram destacados entre colchetes.

[Pode-se ainda perguntar como é que as variedades, que eu chamo espécies nascentes, acabaram por se converter em espécies verdadeiras e distintas, as quais, na maior parte dos casos, diferem evidentemente muito mais umas das outras que as variedades de uma mesma espécie?]1 [Todos estes efeitos procedem de uma causa: a luta pela existência. Devido a esta luta, as variações, por mais fracas que sejam e seja qual for a causa de onde provenham, tendem a preservar os indivíduos de uma espécie e transmitem-se ordinariamente à descendência logo que sejam úteis a esses indivíduos nas suas relações infinitamente complexas com os outros seres organizados e com as condições físicas da vida.]2 Os descendentes terão, por si mesmo, em virtude deste fato, maior probabilidade em persistir; [porque, dos indivíduos de uma espécie nascidos periodicamente, um pequeno número pode sobreviver.]3

(Charles Darwin. A origem das espécies, 1859. Adaptado.)

Uma referência à Seleção Natural; uma dedução feita por Darwin a partir da leitura dos trabalhos de Malthus sobre crescimento populacional e produção de alimentos; e uma referência à especiação estão presentes, respectivamente, nos fragmentos:

a) 1, 2 e 3.
b) 1, 3 e 2.
c) 2, 3 e 1.
d) 3, 1 e 2.
e) 3, 2 e 1.

18) (PUC-PR) Em outubro de 2010, a Anvisa, após alguns hospitais brasileiros sofrerem com um surto da bactéria “KPC”, resolveu proibir a venda de antibióticos sem receita médica pelas farmácias. Com a nova regra, a receita médica para antibióticos ficará retida na farmácia junto com os dados do comprador. A validade da receita é de 10 dias, o que obriga o paciente a procurar novamente o médico em casos de persistência da doença. Um dos objetivos da regra é mudar o hábito do brasileiro de se automedicar, uma vez que o uso indiscriminado de antibióticos pode provocar:

a) A resistência microbiana, a qual pode tornar a bactéria resistente ao medicamento, uma vez que o uso indiscriminado de antibióticos pode induzir novas formas de bactérias.
b) A aquisição de resistência por indução de componentes antimicrobianos; com isso, as bactérias geram cepas capazes de suportar os antibióticos.
c) A resistência microbiana desencadeada pela indução de formas genéticas modificadas pela troca de pequenos plasmídeos (plasmídeo R) encarregados de levarem consigo genes que permitem a resistência antimicrobiana.
d) A necessidade de mudança por parte da população bacteriana, que se torna resistente por alterações genéticas impostas pelo uso dos antibióticos.
e) A redução da eficácia dos antibióticos devido à seleção de organismos resistentes.


19) (PUC-Campinas) Por suas características, a taxonomia zoológica classifica o homem entre os primatas. Considere o esquema abaixo, que representa uma das hipóteses sobre a filogenia desse grupo durante os últimos 60 milhões de anos.


Analisando-se esse esquema, é correto afirmar que:
a) O chimpanzé e o homem têm um ancestral comum.
b) O homem surgiu aproximadamente há 50 milhões de anos.
c) O gibão e o orangotango são parentes próximos dos prossímios atuais.
d) Os macacos do Novo Mundo são mais evoluídos do que os do Velho Mundo.
e) O gorila é o parente mais próximo do homem.

20)  (UNICENTRO) A especiação via isolamento geográfico é um dos modos de multiplicação de espécies. A área que compreende a distribuição geográfica da espécie na população original pode fragmentar-se devido a alterações ambientais, por exemplo, climáticas. Supõe-se que na floresta tropical da Amazônia, um período de seca no passado resultou no recuo da floresta, que se transformou numa série de “ilhas” distintas que efetivamente isolaram muitas populações de seus vizinhos originais. Uma vez isoladas, estas populações se adaptaram às condições locais. Após um período de tempo não determinado, espécies novas poderão ter surgido e esse fato é ratificado:
a) pela origem de estruturas anatômicas distintas.
b) pela origem de indivíduo com tamanhos diferentes.
c) pela preferência distinta a alguns alimentos.
d) pelo isolamento reprodutivo que ocorre entre as diferentes populações.



quarta-feira, 20 de setembro de 2017

GABARITO – MATUTINO – 1º DIA MATEMÁTICA E CIÊNCIAS DA NATUREZA


GABARITO – MATUTINO – 1º DIA

MATEMÁTICA E CIÊNCIAS DA NATUREZA

2º anos

01
B
02
D
03
B
04
A
05
C
06
B
07
A
08
B
09
D
10
D
11
C
12
B
13
A
14
C
15
B
16
A
17
A
18
B
19
D
20
C
21
B
22
A
23
D
24
C
25
N
26
C
27
A
28
D
29
C
30
D

3º anos

01
B
02
D
03
B
04
A
05
C
06
B
07
A
08
B
09
D
10
D
11
C
12
B
13
A
14
C
15
B
16
A
17
A
18
B
19
D
20
C
21
B
22
A
23
D
24
C
25
D
26
C
27
A
28
D
29
C
30
D